Header Ads

Decor News
recent

Sofá-cama: TUDO que você precisa saber para escolher o modelo IDEAL!


Sofá-cama: TUDO que você precisa saber para escolher o modelo IDEAL!
Quem não gosta de um lugar tranquilo e confortável para assistir aquele filminho no fim de semana ou relaxar do dia estressante? Para ter o seu cantinho de descanso na casa, preparar a sala com muito carinho é essencial e escolher o sofá-cama adequado para você é o ponto chave de ter seu aconchego garantido sempre que quiser.
Por isso, separamos para você as melhores dicas para escolher o sofá-cama certo e investir bem! Confere com a gente.
Vale a pena escolher um sofá-cama?
É supercomum ter dúvidas sobre comprar um sofá-cama. Muita gente ainda lembra-se daqueles antigos modelos que eram bem cafonas e davam à sala a impressão de um “quarto improvisado”, por isso acabam desistindo da ideia. Contudo, hoje você tem uma maior possibilidade de compra, importação e variedade de produtos, inclusive móveis.
Os sofás-camas hoje possuem diversos modelos, cores e tamanhos, podendo deixar seu cômodo super e aconchegante com um sofá moderno, contanto que não se faça deles uma cama regular e escolha o móvel de acordo com algumas condições.
O uso mais indicado desse móvel é para pessoas que possuem cômodos com uma metragem menor, mas que frequentemente recebem visitas. Ele possibilita economizar bastante espaço por ser retrátil e ao mesmo tempo oferece comodidade quando necessário.
Ou até se você tem uma sala grande, mas não desgruda da TV na hora daquela sua série favorita, seu investimento vai ser mais certeiro ainda. Afinal, não tem nada mais irritante do que ficar revirando no sofá por causa de dores na coluna, não é?
Qual o preço de um sofá-cama?
No primeiro momento, é necessário ter em mente que o sofá-cama será um pouco mais caro que os tradicionais. Portanto, separe uma quantia considerável se quiser escolher um modelo que realmente atenda às suas necessidades.
Em algumas lojas online é possível encontrar o móvel de no mínimo R$ 500,00 (no caso dos que têm apenas dois lugares). Acima de três lugares o preço costuma ir de R$ 800,00 até R$ 1.000,00, mas existem alguns modelos sem braços que são mais em conta.
Caso opte por não investir essa quantia agora, uma ideia é comprar algum modelo usado e caso seja necessário, fazer uma reforma de sofá nele, que pode acabar saindo mais barato que um modelo novo.
De qualquer forma, pense que se você fosse comprar um sofá comum, teria que adquirir mais alguns colchões para se deitar em frente a TV, então na ponta da caneta, ficaria tudo elas por elas… E convenhamos, o sofá cama é bem mais bonito que deixar aqueles colchões jogados na sala.
Tecido
Deixou sua carteira separada para o novo móvel? Então agora se dedique à outra parte fundamental: a escolha do tecido. É necessário se informar bem e ter muito cuidado com isso para não sofrer com desgaste, nem perder a qualidade ou a praticidade do pano, de acordo com sua necessidade.
Os tecidos mais comuns são:

Sarja
Os têxteis de sarja são bem comuns na fabricação de sofás e sofás-cama, além de outros estofados como poltronas e cortinas. Isso porque o ligamento de sarja oferece uma gama de tonalidades. É praticamente impossível você não achar um sofá de sarja da exata cor que deseja. Nas salas decoradas, a sarja ganha muito destaque com suas estampas florais e animal print, ideais para quem é ousado e quer contrastar o ambiente com um sofá-cama personalizado.
A sarja tem como características ser um tecido bastante resistente e maleável. Ela é bem confortável para se sentar e é mais indicada para quem tem animais ou crianças em casa. Isso porque ela não absorve sujeira, pelos ou outros resíduos facilmente. Seu custo-benefício é muito bom para quem vai precisar fazer várias lavagens, pois esse é um têxtil muito resistente a essas situações.
Poliéster
Sintéticos como o poliéster podem ser usados em qualquer composição de sofá-cama, criando modelos modernos ou clássicos sem limites na criatividade. Por isso, você vai encontrar muitas peças com esse têxtil. Entretanto, a escolha por esse tecido têm diminuído ao longo dos anos. O fato é que ele esquenta muito em ambientes que já são quentes e também não é uma boa opção para quem tem animais de estimação.
Um incômodo famoso de tecidos 100% poliéster é a sensação de coceira que ele pode causar, por isso fique atento à etiqueta quanto a esse sintético.
Suede
Apesar de ser um sintético produzido a partir do poliéster, o suede tem uma reputação bem melhor e características muito diferentes de sua matéria-prima. Visualmente e em seu acabamento, o suede se parece muito com a camurça, dando maior sensação de conforto ao usuário. Suas principais vantagens são a durabilidade e resistência, além de ser muito macio ao toque.
O suede é muito fácil de limpar e é naturalmente impermeável, sendo assim a escolha certa para pessoas alérgicas. Ele não acumula sujeira e nem absorve líquidos facilmente. Seu único ponto negativo provém da sua composição original. Graças ao poliéster, o suede infelizmente fica muito quente no verão e muito gelado em dias frios.

Chenille
Esse têxtil hoje já não é mais tão comum. Uma vez que agora temos acesso aos modelos suede que são muito mais acessíveis financeiramente e fáceis de limpar, o Chenille ficou no passado.
Seu valor é bem maior que a maioria dos sofás-cama, podendo atingir até R$ 2.500,00 em um modelo básico. Além disso, outro problema é que esse tecido possui muitos vincos e não é nada fácil de limpar. Para pessoas alérgicas ou que possuem animais, comprar um sofá-cama chenille será não só um péssimo investimento como um perigo para a respiração. Quem não abre mão da elegância e maciez do chenille, provavelmente terá que impermeabilizá-lo caso queira evitar limpezas constantes.


Jacquard
Por fim, para quem gosta de modelos clássicos e com tecelagens complexas, o Jacquard atende muito bem à essas vontades. O têxtil é extremamente resistente e pode durar por anos na sua casa. Ele acumula pouquíssima sujeira, o que facilita sua limpeza e sua forma diferenciada de produção permite uma enorme variedade de artes. Ótima escolha para quem gosta de estampas detalhadas.
Densidade
Conforto não envolve apenas a parte externa e o têxtil visível do seu sofá-cama. A densidade, assim como escolhemos para nossos colchões, deve ser analisada na hora de comprar o sofá.
Na hora de pensar a densidade, escolha uma espuma de acordo com o peso das pessoas que mais vão usar o sofá-cama. A densidade D-33 é a mais comum. Ela atende tranquilamente pessoas de 71 a até 100 quilos e até 1.80 m de altura. Caso o peso seja maior que 100 kg será necessário uma densidade D-45.
Como escolher a cor?
Antes de sair escolhendo qualquer cor, é necessário definir seu estilo e até fotografar o cômodo para não errar na composição. Muitas vezes vamos às lojas físicas e já definimos o sofá-cama que queremos. Só que sem uma foto para comparar, você pode acabar tendo uma ideia diferente dos tons da sua sala e aí quando chegar com o novo móvel em casa… Surpresa! Não ficou nada legal o ambiente. Portanto, saiba decidir a cor de forma que ela harmonize com os tons das paredes e também dos objetos de decoração.
Para quem gosta de uma decoração mais clássica, tons neutros como o bege ficarão lindos. Além disso, eles nunca saem das tendências, o que evita que daqui uns anos seu sofá seja considerado “brega”.
Já quem deseja uma sala com algum contraste e mais personalidade, um sofá vermelho vai ser supervibrante. Enquanto os tons vivos como amarelo geram um lugar despojado e alegre. E se você tem medo de pegar a opção errada, é só apostar nos tons de cinza, que nunca saem de moda e você pode dar mais vida a eles apenas colocando almofadas estampadas.
E para quem tem animais ou crianças em casa, as cores ficam mais restritas. O melhor é sempre pegar um sofá escuro, para disfarçar as possíveis sujeiras. Então, para compensar o ambiente, decore tudo em tons claros para não deixar o ar “pesado” ou agressivo.
Sofá-cama de casal e italiano
Se você quer um sofá-cama maior para aconchegar você e seu amor, opte pelos modelos de casal. Eles costumam ter apenas dois lugares, mas bem largos e espaçosos, cabendo os pombinhos até para dormir uma noite inteira e substituir uma cama convencional.
Alguns sistemas, como o italiano, vêm com uma cama embutida na parte de baixo. Outros permitem anexar um colchão por cima, sendo dois móveis em um. O investimento é excelente para quem tem uma casa de poucos cômodos e prefere juntar dois ambientes em um pela praticidade. Esse modelo não deixa de ser bonito, mas é mais limitado quanto à variedade de cores. Normalmente ele apresenta apenas cinza e vermelho.

Sofá-cama de solteiro
Se você acha que um sofá cama tamanho grande não é a melhor opção para sua sala, um modelo de solteiro pode atender. Às vezes somente uma pessoa da casa gosta de esticar as pernas e passa mais tempo em frente à TV. Por isso, esse móvel é um excelente presente, por exemplo, para a sua avó, pai, tia etc.
Seus modelos são bastante funcionais e podem ser mais explorados na questão decorativa. Essas peças pequenas costumam ter maior variedade de estampas. Assim, você pode fazer combinações despojadas entre seu pequeno novo móvel e o grande sofá da sala. Dá uma cara nova para o ambiente!
Outra vantagem é que esse móvel não precisa ser colocado apenas na sala. Ele se encaixa muito bem em quartos e é ótima opção para quem tem filhos pequenos e precisa ficar olhando eles até a hora de dormir.
Essas foram nossas dicas de hoje. Se ainda restou alguma dúvida quanto a esse lindo móvel moderno, é só comentar aí embaixo, afinal, garantir a compra certa nunca é demais, não é mesmo?

Imagens: Reprodução
Tecnologia do Blogger.